316 posters,  13 topics,  1257 authors,  369 institutions

ePostersLive® by SciGen® Technologies S.A. All rights reserved.

A5340
GASTROPLASTIA VERTICAL ENDOSCÓPICA – ESTENOSE DE PILORO.

Loading the player.

Rate

No votes yet

GASTROPLASTIA VERTICAL ENDOSCÓPICA – ESTENOSE DE PILORO

Sheila M. V. Moreno ¹; Alessandra  M. Cunha²;  Eduardo Grecco ²; Thiago  F. Souza ²; Luiz Gustavo Quadros ³ ; Luana L. Baldim ¹

1. Curso de Especialização em Endoscopia Digestiva  – FMABC, SP, Brasil  2. Serviço de Endoscopia Digestiva do Hospital do Mário Covas, FMABC, SP, Brasi 3. Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Pernambuco, PE, BrasiL

Introdução

A cirurgia bariátrica tem indicação bem estabelecida nos casos de IMC >40 kg/m2 ou IMC >35 kg/m2 em pacientes com comorbidades. Atualmente as técnicas cirúrgicas mais utilizadas são o bypass gástrico e a gastrectomia vertical. Os métodos endoscópicos vêm ganhando campo como importante meio no tratamento da obesidade. O OverStitch® obteve recente aprovação pela ANVISA para uso no Brasil, sendo este caso descrito um dos casos pioneiros no Brasil.

Objetivos

O objetivo deste trabalho foi relatar um caso de gastroplastia vertical endoscópica realizado no setor de endoscopia do Hospital Estadual Mario Covas, avaliando conduta tomada frente a complicação gerada por erro técnico, assim como evolução da paciente 6 meses após realização do procedimento.

Relato de caso

Paciente DRDS, feminino, 32 anos, peso 84 Kg, estatura 1,55 m, IMC 34,92 (Obesidade Classe I – OMS), interna de forma eletiva no dia 24 agosto de 2016, para realização sutura gástrica endoscópica com tubulização gástrica.

Após realização do procedimento, à endoscopia de revisão notou-se estenose pilórica não sendo possível a progressão para duodeno. Realizada dilatação com uso de balão dilatador com posterior colocação de prótese esofágica transpilórica (Wallflex Stent Metálico Esofágico totalmente coberto - 12mm x 18cm).

Com uma semana paciente convocada para realizar endoscopia que não evidencia prótese transpilórica. No mesmo instante realizado RX com uso de escopia que evidencia prótese em trânsito colônico.

Com 6 meses paciente retorna para consulta e realização de nova endoscopia. Paciente sem queixas, em acompanhamento nutricional, sem praticar atividade física, com perda de peso de 20%.

Discussão e Conclusão

O diagnóstico imediato da estenose e medidas tomadas foram importantes para a boa evolução da paciente.

Conclui-se com a revisão literária realizada e frente ao caso, que a realização da gastroplastia endoscópica é reprodutível, com curto tempo de procedimento, com alta precoce do paciente e com perda de peso comparável a técnicas cirúrgicas tradicionais, entretanto trata-se de uma técnica ainda em fase de aperfeiçoamento técnico.

Bibliografia

Gastroplastia vertical endoscópica – Terapêutica minimamente invasiva para tratamento primário da obesidade. GALVÃO-NETO, et al.. ABCD Arq Bras Cir Dig 2016;29(Supl.1):95-97.

Endoscopic Sleeve Gastroplasty for Obesity: A Multicenter Study of 242 Patients With 18 Months Follow-Up. LOPEZ-NAVA, et al.. EventPilot Web 2https://ep70.eventpilot.us/web/page.php?page=Inthtml&project=DDW16&id=24....

Endoscopic sleeve gastroplasty for primary therapy of obesity: Interim multicenter results. KUMAR, N et al.. http://ep70.eventpilotadmin.com/web/page.php?page=Inthtml&project=SAGES1...

Endoscopic sleeve gastroplasty for obesity Lopez-Nava Gontrand et al. http://dx.doi.org/ 10.1055/s-0034-1390766 Published online: 2014 Endoscopy

Factors predictive of success with endoscopic sleeve gastroplasty with 1-year follow-up: factors predictive of success. Lopez-Nava G et al. Endoscopy International Open 2016; 04: E222–E227

Enter Poster ID (e.gGoNextPreviousCurrent